O Deus de Justiça Odeia Falsos Rumores

Kevin DeYoung | February 24, 2016


Este post não é sobre algo em particular. E, ao mesmo tempo, é sobre muitas coisas que acontecem na internet. Aqui está a passagem bíblica que eu quero que reflitamos a respeito por alguns minutos:

“Não faça declarações falsas. Não seja cúmplice do ímpio, sendo-lhe testemunha mal-intencionada. Não acompanhe a maioria para fazer o mal. Ao testemunhar num processo, não perverta a justiça para apoiar a maioria, nem para favorecer o pobre num processo” (Êxodo 23:1-3).


Eu vejo pelo menos quatro proibições nestes versos.


1. Não espalhar notícias falsas. Obviamente, isso significa que não devemos mentir sobre outras pessoas ou contar histórias que sabemos serem falsas. Mas também significa que devemos ter cuidado para não espalhar falsos boatos, embora nós honestamente achemos que sejam verdadeiros. É terrível arruinar a reputação de alguém. Sendo assim, por um equívoco, podemos nos sentir melhor a nosso respeito, mas não adianta ajudar o resto do mundo a se sentir melhor a respeito da pessoa que agora desprezam. Pecados não intencionais ainda são pecados. Claro, todos nós cometemos erros. Podemos mais tarde descobrir que o rumor que espalhamos não era a verdade que pensávamos que fosse. Mas, nesses lamentáveis casos, faremos o anúncio que espalhamos…


To read the rest of this article, visit http://www.thegospelcoalition.org/pt/article/o-deus-de-justica-odeia-falsos-rumores.