Precisamos de Teólogos, Não de Sabichões

Kevin DeYoung | February 7, 2017


Nota do Editor: O texto a seguir é adaptado da contribuição de Kevin DeYoung para “O Pastor como Teólogo Público: Recuperando uma Visão Perdida” (Vida Nova, 2016), por Kevin J. Vanhoozer e Owen Strachan. Este artigo é parte de uma série de cinco artigos sobre o pastor-acadêmico, publicada durante o encontro anual da ETS - Evangelical Theological Society (Sociedade Teológica Evangélica), em novembro de 2015. 

Anteriormente: 

“Sou Pastor ou Acadêmico?” (Jeff Robinson)
“Pastor ou Acadêmico? Busque Sua Aspiração Mais Forte” (Entrevista com Tom Schreiner) 
“Por Que 'Pastor-Acadêmico' é Uma Falsa Dicotomia” (Peter Beck) 
Se não me engano, nossa igreja é conhecida em nossa cidade como a “igreja da teologia”. Não digo isto para me gabar. Afinal de contas, levar teologia a sério não é garantia de fecundidade espiritual e maturidade em Cristo. Ser conhecido por fé, esperança ou amor pode ser mais seguro do que uma reputação de erudição teológica. Mas mesmo considerando tudo isto, ainda vou preferir “igreja da teologia” a “igreja que recicla pilhas”, ou a “igreja com os Xboxes na ala jovem”, ou a “igreja com a máquina de fumaça.”

Desenvolver uma igreja fundamentada em boa teologia, e que pede por mais, começa com o púlpito. Quando…


To read the rest of this article, visit http://www.thegospelcoalition.org/pt/article/precisamos-de-teologos-naeo-de-sabichoes.