A Dor Duradoura das Soluções Rápidas

Dave Zuleger | March 19, 2016


Minha esposa e eu recentemente participamos de um seminário de dois dias sobre dor crônica na Clínica Mayo. Estávamos tentando aprender mais sobre como lidar com a dor de minha esposa, frequentemente intensa e muito persistente. Fomos pegos desprevenidos ao ouvir especialistas na área médica (involuntariamente) enfatizando coisas que a Bíblia tem a dizer sobre a nossa dor (pecado e sofrimento).

Eles estabeleceram uma distinção clara entre a dor crônica (dor diária, contínua, provavelmente incurável) e a dor aguda (curta, eventual, provavelmente resultando numa recuperaçāo total), e explicaram como devemos tratá-las de forma diferente. Com dor aguda, soluções rápidas são adequadas. Se quebrarmos a perna ou precisarmos ter a vesícula biliar removida, cirurgia, analgésico, e longos períodos de repouso normalmente trazem a cura que necessitamos. Para a dor crônica, no entanto, tomar analgésicos fortes e espairecer para evitar a dor mostrou ser muito mais prejudicial do que útil a longo prazo.

O problema é que as pessoas (e até mesmo alguns médicos) não compreendem as diiferenças entre esses tipos variados de dor. Então, simplesmente tomam mais medicamentos (ou doses mais fortes) e evitam mais atividade (e por mais tempo). Estas estratégias tragicamente conduzem a mais dor.

Cura Milagrosa e Progresso…


To read the rest of this article, visit http://www.thegospelcoalition.org/pt/article/a-dor-duradoura-das-solucoes-rapidas.