A Ferramenta Negligenciada do Pregador

Gavin Ortlund | August 19, 2017


Graeme Goldsworthy sobre a Pregação da Teologia Bíblica

14 de setembro de 2015

Nota do editor: Esta série examina as doutrinas fundamentais da fé cristã e suas ramificações práticas para a vida cotidiana. Anteriormente nesta série:

D. A. Carson, Jesus Vive para Sempre Intercedendo Por Ti

Sam Storms, Cristo Voltará

Robert Peterson, Adotado pelo Deus Vivo

Gregg Allison, Aquele Que Sonda Corações

Fred Sanders, A Estranhez da Trindade É Uma Coisa Boa

Randy Alcorn, Looking Forward to a Heaven We Can Imagine

John Frame, Every Hair on Your Head Is Numbered

Tom Schreiner, The Best News You Can Possibly Imagine


Como pode um pregador se propor a “saber nada entre vós, senão a Jesus Cristo e este crucificado” (1 Co 2.2), quando for pregar sobre os livros de Levítico ou Lamentações? O que significa ser “centrado no evangelho” quando estamos conduzindo um estudo bíblico sobre os gafanhotos de Joel, ou os falsos mestres de Judas?

Todos queremos estar centrados em Cristo em nosso ensino e pregação. Mas nem sempre é óbvio como cada texto em particular das Escrituras nos leva a Cristo. Uma das ferramentas mais úteis para conectar os pontos (e simultaneamente, uma das mais negligenciadas), é a…


To read the rest of this article, visit http://www.thegospelcoalition.org/pt/article/a-ferramenta-negligenciada-do-pregador.