A Necessidade de Ilustrações na Pregação

RC Sproul | May 6, 2016


Não depositamos nossa confiança em técnicas. No entanto, Martinho Lutero não desprezou o ensino de certos princípios de comunicação, que ele achava serem importantes. Há coisas que pregadores podem aprender sobre como construir e pregar um sermão e como comunicar informação de forma eficaz do púlpito.

Ele também disse que as características da pessoa humana dāo indicações importantes para a pregaçāo. Deus nos fez à sua imagem e nos deu mentes. Portanto, um sermão é endereçado à mente, mas não é apenas uma comunicação de informações, há também a admoestação e exortação (como mencionado acima). Há um sentido de que estamos nos dirigindo à vontade das pessoas e conclamando-as a mudar. Exortamo-as a agirem de acordo com seu nível de compreensão. Em outras palavras, queremos chegar ao coração, mas sabemos que o caminho para o coração é através da mente. Então, primeiro de tudo, os ouvintes devem ser capazes de entender do que estamos falando. Foi por esta razāo que Lutero disse que uma coisa é ensinar no seminário, como ele o fez na universidade, e outra é ensinar do púlpito. Ele relatou que, nas manhãs de domingo, apresentava seus sermões para as crianças da congregação, para se certificar de…


To read the rest of this article, visit http://www.thegospelcoalition.org/pt/article/a-necessidade-de-ilustracoes-na-pregacaeo.