Aguardando A Plenitude do Gozo no Servir

Matthew Elliott | May 23, 2016


Meu telefone tocou na segunda-feira de manhã. “Liguei para lhe dizer isso pessoalmente”, meu colega de trabalho disse. “Não é boa notícia.”

Não era o que eu queria ouvir.

Tínhamos trabalhado cerca de três meses para prepararmos a primeira visita de meu amigo e mentor, George Verwer, à Nigéria. Ele falará em múltiplas reuniões, sobre a obra de Deus ao redor do mundo. A primeira de nossas tarefas era garantir que cerca de 10.000 cópias de seus livros seriam impressos e prontos para sua visita. Viajamos dos Estados Unidos para desenvolvermos um relacionamento com os gerentes da editora com as qual normalmente colaboramos. Nossa equipe nigeriana fez várias visitas; o depósito foi pago meses atrás, tudo estava encaminhado.

Cerca de duas semanas atrás, houve uma luta perto da editora entre o exército e membros de uma tribe nômade, numa estrada conhecida minha. Tragicamente, no campus da editora, um empregado morreu no fogo cruzado. Para agravar esta tragédia houveram outros atrasos.

Após cem horas de trabalho, cheguei à conclusão de que os livros poderiam não estar prontos a tempo. O que mais poderia ter sido feito? Senti-me envergonhado, desanimado, e perguntando porquê.

Pesado Demais

Numa outra ocasiāo, eu estava no Quênia…


To read the rest of this article, visit http://www.thegospelcoalition.org/pt/article/aguardando-a-plenitude-do-gozo-no-servir.