Anatomia de Uma Igreja Doente – 11 Sintomas a Observar

Thom Rainer | March 9, 2016


Há certos indicadores e sintomas que os médicos verificam quando vamos a uma consulta. Eles querem verificar nossa pressão arterial e temperatura. Fazem exames de sangue para ver se há qualquer sinal de alerta. Eles estão à procura de sintomas que indiquem a existência real de problemas.


Depois de trabalhar com igrejas durante trinta anos, eu também procuro por sintomas que possam apontar maiores preocupações. Os sintomas não são necessariamente o problema; eles simplesmente fornecem advertências ou sinais de potenciais problemas.


Embora existam muitos possíveis sintomas de uma igreja doente, eu encontrei dez consistentemente comuns. Estes dez não estão listados em qualquer ordem particular:

1 Diminuição no número de presenças no culto. Surpreendentemente, a maioria dos líderes da igreja não acompanha a freqüência na adoração. Eu aconselho os líderes a comparar a frequência média aos cultos de cada mês com o mesmo mês de anos anteriores.

2 Diminuição na frequência de comparecimento dos membros da igreja. Este sintoma é a explicação número um da diminuição da frequência aos cultos na maioria das igrejas. Os membros não são tão comprometidos como já foram. Seu amor minguante pela sua igreja é refletido na diminuição da frequência aos cultos.

3 Falta de alegria…


To read the rest of this article, visit http://www.thegospelcoalition.org/pt/article/anatomia-de-uma-igreja-doente-11-sintomas-a-observar.