Aos Pregadores da Prosperidade: Afastem-se dos Mercadejadores

John Piper | March 23, 2017


Esse é o décimo primeiro artigo em uma série de doze. O conteúdo é um segmento chamado “Doze apelos aos Pregadores da Prosperidade”, presente na nova edição do livro 'Alegrem-se os Povos', de John Piper. 

O apóstolo Paulo nos deixou um exemplo ao cuidar para não dar a impressão de que estava no ministério por dinheiro. Ele disse que os ministros da Palavra têm o direito de viver do ministério. Mas então, para nos mostrar o perigo nisto, ele se recusa a fazer uso pleno deste direito.

“Pois na lei de Moisés está escrito: Não atarás a boca do boi quando debulha… Ou não o diz certamente por nós? Com efeito, é por amor de nós que está escrito; porque o que lavra deve debulhar com esperança de participar do fruto. Se nós semeamos para vós as coisas espirituais, será muito que de vós colhamos as materiais? Se outros participam deste direito sobre vós, por que não nós com mais justiça? Mas nós nunca usamos deste direito; antes suportamos tudo, para não pormos impedimento algum ao evangelho de Cristo.” (1 Coríntios 9.9-12).

Em outras palavras, ele renunciou a um direito legítimo a fim de não dar a ninguém a impressão…


To read the rest of this article, visit http://www.thegospelcoalition.org/pt/article/aos-pregadores-da-prosperidade-afastem-se-dos-mercadejadores.