Buscando Os Perdidos

RC Sproul | June 29, 2016


É fácil para nós nos protegermos — não conscientemente, não maliciosamente — mas ainda assim, mantermos a distância a fim de permanecer inconscientes da dor e desesperança espiritual que está a nossa volta. Não era assim que Jesus fazia. Ele procurava a dor. Ele procurava pessoas perdidas. Esse era o primeiro passo para redimi-las.

Jesus tinha a reputação de se associar com aqueles que eram considerados excluídos. Os párias, os indesejáveis, os desagradáveis da cultura judaica — todos estes se reuniam em torno de Jesus. Isso perturbava os escribas e fariseus, os dignitários do clero da época. Eles haviam adotado uma tradição que ensinava salvação pela segregação: mantenha-se longe de qualquer um que esteja envolvido com pecado; é assim que você pode assegurar sua própria redenção. Isolar-se daqueles que eram pecadores era parte de sua filosofia operante. Jesus veio e desafiou essa tradição ao se associar abertamente com os pariás da cultura.

Foi numa dessas ocasiões que os fariseus começaram a murmurar e reclamar das companhias de Jesus. Em resposta, Jesus conta uma séria de parábolas, a primeira das quais diz o seguinte:

Qual, dentre vós, é o homem que, possuindo cem ovelhas e perdendo uma delas, não deixa no…


To read the rest of this article, visit http://www.thegospelcoalition.org/pt/article/buscando-os-perdidos.