Pregando Os Dez Mandamentos

Ray Ortlund | February 24, 2016


Quando eu prego a respeito dos Dez Mandamentos, cada sermão tem quatro pontos, porque cada mandamento faz quatro coisas ao mesmo tempo.


Em primeiro lugar, cada um dos Dez Mandamentos é revelação.  Cada um deles nos dá uma visão sobre o caráter de Deus.  Por exemplo, que tipo de Pessoa incrível nos diria: “Não furtarás” (Êxodo 20:15)?  Apenas uma pessoa justa e generosa, totalmente confiável, que nunca iria nos roubar ou defraudar, que nunca iria mentir ou enganar, que nunca iria nos resistir injustamente, que não procura apenas os seus interesses, que não sente necessidades, mas apenas transbordante bondade.  Este é Jesus.


Em segundo lugar, cada um dos Dez Mandamentos é confronto.  Cada um deles nos dá uma visão sobre o nosso próprio caráter.  A que tipo de pessoas precisa ser dito “Não furtarás”?  Pessoas que são injustas com as outras, mesmo sem perceber.  Precisamos ser alertados sobre os nossos próprios impulsos injustos e gananciosos, que têm um grande poder sobre nós.  É difícil, porém terapêutico, perceber isso sobre nós mesmos, quando buscamos a Jesus por seu perdão gracioso e um novo coração, que ele dá livremente a infratores como nós.


Em terceiro lugar, cada um dos Dez Mandamentos é…


To read the rest of this article, visit http://www.thegospelcoalition.org/coalicion/article/pregando-os-dez-mandamentos.