Quão Pecaminoso É O Homem?

RC Sproul | March 31, 2016


Imagine um círculo que representa o caráter da humanidade. Agora imagine que, se alguém pecar, uma mancha—uma espécie de imperfeição moral—aparece no círculo, danificando o caráter do homem. Se ocorrerem outros pecados, mais manchas aparecerāo no círculo. Bem, se os pecados continuarem a se multiplicar, eventualmente, todo o círculo será preenchido com manchas e imperfeições. Mas chegaram as coisas a esse ponto? O caráter humano é claramente contaminado pelo pecado, mas o debate é sobre a extensão dessa contaminação. A Igreja Católica Romana mantém a posição de que o caráter do homem não está completamente contaminado, mas que ele mantém uma pequena ilha de retidão. No entanto, os Reformadores Protestantes do século XVI afirmaram que a poluição e a corrupção pecaminosas do homem caído são completas, tornando-nos totalmente corruptos.


Há um monte de mal-entendidos sobre o que os Reformadores quiseram dizer com esta afirmação. O termo que é muitas vezes utilizado para a condição humana na teologia Reformada clássica é depravação total. Sempre que usamos esta expressāo, quem nos ouve tem a tendência de fazer uma careta de repúdio, porque há uma confusão muito comum entre o conceito de depravação total e o conceito de depravação completa. Depravação completa significaria…


To read the rest of this article, visit http://www.thegospelcoalition.org/pt/article/quaeo-pecaminoso-e-o-homem.