Seis Considerações Para Remover Um Membro da Equipe Que Nāo Se Encaixa

Thom Rainer | April 10, 2016


É uma das partes mais difíceis da funçāo de liderança da igreja: quando sentimos que um membro de nossa equipe não se encaixa na funçāo. Ou quando os presbíteros ou o comitê de recursos humanos chegam a esta conclusāo com relaçāo ao pastor. Somos confrontados com a realidade de que talvez seja necessário pedir a esta pessoa para deixar o cargo.


Qual é o próximo passo? Muitas igrejas, infelizmente, acreditam que nunca se deve pedir a uma pessoa para sair, a menos que seja por uma falha moral. “Não é como cristãos fazem as coisas”, podem se dizer. Mas a administração fiel demanda que líderes se perguntem o que é melhor para toda a igreja. Na realidade, tal acontecimento, muitas vezes, é melhor também para a pessoa afetada.


Já vi estas situações serem mal geridas. Um pastor despediu um membro da equipe após dizer-lhe que ele, o pastor, e sua esposa tinha orado sobre a decisão. Mesmo? A esposa do pastor participou da decisão? Em outra igreja o comitê de recursos humanos despediu um pastor sem qualquer atençāo aos devidos procedimentos. Só lhe contaram que havia um problema sério na noite em que o demitiram.


Mas outros líderes de Igreja…


To read the rest of this article, visit http://www.thegospelcoalition.org/pt/article/seis-consideracoes-para-remover-um-membro-da-equipe-que-naao-se-encaixa.