Sou Pastor ou Acadêmico?

Jeff Robinson | January 26, 2017


Nota do Editor: Esta é a primeira parte de uma nova série sobre o pastor-acadêmico. Os artigos serão publicados toda terça-feira, durante a abertura do encontro anual da Sociedade Teológica Evangélica (ETS), que acontece de 17 a 19 de novembro de 2015, em Atlanta.

João Calvino estava certo de que Deus o tinha chamado e lhe dado um dom para servir o movimento crescente de reforma, na França, através dos estudos bíblicos. Ele iria para Estrasburgo e levaria a vida tranquila de um acadêmico. Com a publicação da primeira edição de suas “Institutas”, Calvino havia, involuntariamente, inventado uma nova categoria de investigação: a teologia sistemática. A torre de marfim deu um sinal.

Mas a providência divina, através do entusiasmo de um pregador ruivo chamado Guilherme Farel, interceptou o candidato a academia em uma noite de verão, em 1536. Forçado pela Guerra de Habsburgo-Valois a fazer um caminho alternativo, de Basiléia a Estrasburgo, Calvino acabou passando uma noite em Genebra. Lá ele encontrou Farel, que pediu a Calvino para ficar e servir a causa da reforma como pastor. Calvino se via como acadêmico, não como pastor, então ele resistiu à proposta de Farel. Em desespero, Farel amaldiçoou seus estudos e, surpreendentemente…


To read the rest of this article, visit http://www.thegospelcoalition.org/pt/article/sou-pastor-ou-academico.